Luiz M. Calegari

Cada Click é um Mundo

Get Adobe Flash player

OS SISTEMAS NATURAIS    -   5ª Série 6º ano  APRENDIZAGEM 1

Nosso Planeta tem formato único, conforme o que conhecemos do universo até agora. Imagine que você está em uma nave espacial observando a Terra tal como ela aparece na imagem de satélite da página 5 do caderno do aluno. Como você descreveria o nosso planeta?

O Planeta Terra tem o formato de uma bola e analisando a imagem podemos identificar as massas continentais, os oceanos e as nuvens. Envolvendo tudo isso temos a atmosfera terrestre que em conjunto com a parte sólida que é a litosfera e a líquida, todas as águas propicia o surgimento, manutenção e evolução da vida.

E comum em nosso cotidiano observarmos os elementos terrestres, isso é feito todo dia, mesmo que inconsciente e nesse dia a dia vamos ter contato, mesmo que visualmente com alguns elementos como:  Morros, Montanhas, Planícies, Rios, Lagos e Oceanos, temos também as Nuvens, os Ventos e a Chuva, os Animais, as Pessoas e a Vegetação, as Cidades e tudo o que o homem constrói.

O Planeta Terra é formado por três grandes grupos de elementos chamados de "Esferas Terrestres", são elas: a Litosfera que é a parte sólida da Terra; a Hidrosfera que é a parte líquida da Terra e a Atmosfera que é a parte gasosa do Planeta. Juntas formam a Biosfera e com isso propiciou o surgimento, a manutenção e a evolução da vida.

Ao observarmos a imagem de satélite da página 5 do caderno do aluno veremos que a Litosfera são as massas continentais visíveis no centro da imagem; A hidrosfera, parte líquida da Terra é representada pela cor azul, são os oceanos terrestres; A atmosfera com a cobertura de nuvens que estão bem visíveis.

A biosfera se desenvolve na intersecção entre as três esferas. A interação entre as três esferas propicia as condições ideais para o surgimento e manutenção da vida. A vida está presente nos continentes, oceanos e na camada inferior da atmosfe ra.

A nossa Terra não é estática e sim muito dinâmica, ela se transforma diariamente, seja no movimento da atmosfera, com os ventos, as chuvas,  ou na hidrosfera com o movimento constante das águas e mesmo na litosfera onde a camada sólida esta sobre a camada pastosa da Terra e esta em cima de materiais em fusão constante no interior do planeta. Temos ainda a alteração de materiais bem visíveis para o homem como a água ao se congelar, o gesso ao ser moldado, o cimento nas construções, as transformações de minerais em utensílios como a Bauxita em alumínio, o minério de ferro em utensílios, ferramentas, etc.

As transformações que ocorrem no Planeta são divididas em ciclos, períodos, tempos históricos ou tempos geológicos como veremos alguns a seguir:

O Ciclo das Rochas:

As rochas magmáticas (também conhecidas como ígneas) são formadas pela solidificação (cristalização) do magma. Quando isso ocorre no interior da crosta terrestre, o magma esfria lentamente, possibilitando a formação de cristais. Já quando o magma chega à superfície, como em uma erupção vulcânica, ele se resfria muito rapidamente, devido ao contato com a temperatura ambiente e não dá tempo de os cristais se desenvolverem. As rochas que se originam desse processo são denominadas vulcânicas.

O intemperismo é o conjunto de processos por meio dos quais as rochas se fragmentam. Ele pode ser químico (quando os minerais são alterados por reações químicas) ou físico (quando a rocha se fragmenta por processos físicos, como o atrito, sem que ocorra modificação na estrutura química do material). O intemperismo pode se apresentar sob uma terceira modalidade que é a biológica, quando os minerais são alterados em virtude da atuação de organismos, especialmente bactérias. Os fragmentos de rochas são chamados de sedimentos.

O metamorfismo é a transformação das rochas que são submetidas a elevadas temperaturas e a grande pressão. Esse processo ocorre no interior da crosta terrestre, onde as rochas podem sofrer alterações físicas (mudança de textura), químicas (recombinação de minerais) ou físico-químicas. O metamorfismo é um processo importante no ciclo das rochas, pois modifica as características das rochas sedimentares e/ou magmáticas.

As  rochas sedimentares, mais recentes, formam uma camada rochosa sobre as mais antigas e, as rochas sedimentares se originam da desagregação e do depósito dos materiais das rochas cristalinas e metamórficas, resultado de intemperismo, erosão, transporte e litificação.

Cada rocha tem uma destinação comercial, ex:

O Granito é um tipo de Rocha Ígnea  utilizada em material de construção, revestimento e decoração;

O Arenito é um tipo de Rocha sedimentar e muito utilizada em material de construção;

A Gnaisse é uma Rocha metamórfica e é utilizada frequentemente em material de pavimentação.

Fontes:

Caderno do professor

Caderno do Aluno

http://www.infoescola.com/biologia/ciclo-do-carbono/

http://monografias.brasilescola.com/biologia/os-ciclos-oxigenio-carbono-nitrogenio.htm

Professor:  Luiz Maximo calegari

Login