Luiz M. Calegari

Cada Click é um Mundo

Get Adobe Flash player

FRONTEIRAS DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL  Aprendizagem nº -  6a Série = 7o ano

O Brasil é um país autônomo e independente politicamente, possui um território dividido em estados, que nesse caso são vinte seis, além do distrito federal que representa uma unidade da federação que foi instituída com intuito de abrigar a capital do Brasil e também a sede do governo Federal.

Foram vários os motivos que levaram o Brasil a realizar uma divisão interna do território, dentre eles os fundamentais foram os fatores históricos e político-administrativos. Esse processo teve início ainda no período colonial, momento esse que o Brasil estava dividido em capitanias hereditárias, dessa forma estados como Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte são derivados de antigas capitanias estabelecidas no passado momento no qual vigorava esse tipo de divisão

Um dos motivos que favorece a divisão interna do país é quanto ao controle administrativo do território, no qual subdivide as responsabilidades de fiscalizar em partes menores, uma vez que grandes extensões territoriais sem ocupação e ausência de estado podem provocar uma série de problemas, inclusive de perda de territórios
para países vizinhos.

No fim do século XIX praticamente todos os estados já estavam com suas respectivas configurações atuais, porém alguns estados surgiram posteriormente, como o Mato Grosso do Sul (1977) e o Tocantins (1988), provocando uma remodelagem na configuração cartográfica e administrativa interna do país.

Estados significam unidades da federação brasileira. O Brasil possui leis próprias, pois está organizado politicamente e detém total autonomia. As leis são criadas em nível federal e são soberanas, no entanto, estados e municípios possuem leis próprias, mas que são subordinadas às leis nacionais, no caso, a Constituição Federal. Além da divisão em federações existem uma dentro dos estados, a regionalização em município, que possui leis particulares que são submissas às leis federais, essa regionalização ainda pode ser dividida em distritos.

http://www.mundoeducacao.com/geografia/divisao-politicoadministrativa-brasil.htm

O estado de São Paulo possui 645 municípios. Há grandes diferenças, tanto geográficas como culturais, entre eles. Para entender os municípios paulistas é interessante saber as características regionais do estado.

http://www.sp-turismo.com/municipios-sp.htm

O estado de São Paulo também é dividido em Regiões administrativas. Essa divisão levou em conta as pectos econômicos, naturais e de desenvolvimento. Cada uma delas tem uma catacterística. Ex. A Região da Baixada Santista é um litoral, e a floresta é a mata Atlântica ou o que sobrou dela. A Região Metropolitana de São Paulo está numa elevação que chamamos de Planalto, também com Floresta Atlântica ou o que sobrou dela. Região metropolitana de Campinas, já está mais para o interior, não parece tão longe de São Paulo, mas diferenças visíveis no clima quanto a temperatura, direção e velocidade dos ventos e a preciptação pluviométrica. Temos a Região do Vale do Ribeira, rica em recursos hídricos, vegetação e é  a menos povoada do estado. O Interior é composto pelas regiões de Bauru, localizado na parte Central, a Região de Ribeirão Preto e de São José do Rio Preto estão mais a noroeste, a região de São José do Rio preto atinge também o oeste paulista. A Região de Araçatuba  que a exemplo da Região de São José do Rio Preto e Presidente Prudente fazem divisão entre si e com o Estado de Mato Grosso do Sul.

Professor Luiz M Calegari

Leitura e análise de mapa: é através da leitura e análise de um mapa que poderemos visualizar o que há e o que poderá ser feito num terreno, numa área, previamente, sem ter que se deslocar até aquele local. O mapa da página 5 do caderno do aluno que trata da divisão política do Brasil, identificamos as unidades federadas brasileiras. O Mapa acima mencionado mostra a localização do Brasil na América do Sul, as fronteiras com os países vizinhos, o  litoral com o Oceano Atlântico e a divisão política interna de nosso país, aqui representada pelos Estados e pelo Distrito Federal.

O mapa da página 6 do caderno do aluno é do estado de São Paulo, é um mapa mudo, ou seja, as divisões nele apresentadas não tem nenhum nome e nos mostra a divisão política do Estado de são Paulo, aqui estão representados todos os Municípios paulistas, cada um deles tem sua característica individual, seja econômica, social ou ambiental.

No mapa do Brasil, para exercitar nossos conhecimentos sobre a divisão política do Brasil, localizar e pintar o Estado de São Paulo. Fazer o mesmo com o mapa do Estado de são Paulo, localizando o município de sua residência, pinte-o e identifique-o pelo nome.

Comparando os mapas do Brasil e do Estado de São Paulo, veremos que as unidades da República Federativa do Brasil são:  O Distrito Federal e os Estados (Amazonas, Acre, Roraima, Amapá, Rondônia, Pará, Tocantins, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Bahia, Sergipe, Alagoas, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).

O estado de são Paulo tem uma outra divisão como podemos observar, enquanto o território brasileiro é dividido politicamente em Estados e Distrito Federal, os Estados brasileiros estão divididos em Municípios e alguns Distritos. Os  Estados brasileiros são divididos em municípios. No caso do Estado de São Paulo, observa-se a ocorrência de  645 dessas unidades, das quais, podemos citar os municípios de São Paulo, Campinas,  Osasco, Jundiaí, Sorocaba, entre outros.

Assim como o Brasil tem fronteiras com os países da América do Sul, os Estados fazem fronteiras entre si e alguns com outros países, no Estado de São Paulo, temos as divisas entre municípios e alguns deles com estados vizinhos. Tomando por base o Município de São Paulo temos divisas com: Osasco, São Caetano do Sul, Diadema, Santo André e outros.

Cada municipio do Estado de são Paulo está mais próximo ou distante de determinados estados. No caso do Municipio de São Paulo o Estado mais próximo é Minas Gerais, que faz divisa também com Mato Grosso do Sul, Goiás, Bahia, Espírito Santo e Rio de Janeiro, depois o estado que temos mais próximo é o Estado do Rio de Janeiro que faz também divisa com Minas Gerais e Espírito Santo, no seu lado leste tem o Oceano Atlântico.

Todo município tem na sua zona urbana os bairros, ruas, avenidas, que são interligados com outras ruas e avenidas, com os bairros e com algumas estradas e rodovias que são interligadas com outros municípios e suas cidades. Vamos pegar como exemplo a cidade e município de Fernandópolis. Aqui temos um distrito chamado Brasitânia. Os municípios que fazem divisa são: Guaraní D’Oeste, Estrela D’Oeste, Macedônia, Pedranópolis, Meridiano, São João das Duas Pontes. Nasce um rio na cidade chamado Ribeirão Santa Rita, que em alguns trechos, no passado era ponto turístico, a poluição acabou com a pesca e os banhos que a população tomava em suas águas cristalinas. Bairros: Aparecida, Coester, Brasilândia, Cecap, Antonio Brandini, Uirapuru, Araguaia, Vista Alegre, Santa Rita, Vila Explanada, Jardim Guanabara, Jardim Barbosa, Terra das Palmeiras, Jardim Redentor, Parque Industrial I e II, Vila Regina, Residencial Alto das Paineiras, Terra Verde, entre outros. Temos importantes avenidas como: a Avenida Marginal  Litério Greco, ao lado da Rodovia Euclides da Cunha, a Avenida dos Arnaldos, Avenida Expedicionários Brasileiros, Avenida Líbero de Almeida Silvares. Ruas: as duas principais e mais conhecidas são Rua São Paulo e Rua Brasil que passam bem pelo centro Comercial e Financeiro da cidade. Rodovias; a principal é a SP-320 = Rodovia Euclides da Cunha, depois temos a SP-527 que  da acesso ao Município de Macedônia, Rodovia Carlos Gandolfi, a Rodovia Percy Waldir Semeguini, fazendo ligação com o Distrito de Brasitânia, Município de Guarani D’oeste, Ouroeste, à ponte do Rio Grande que faz divisa com o Estado de Minas Gerais, onde acima desta ponte esta a Barragem de Água Vermelha. Fernandópolis possui dois pólos educacionais muito importantes, uma unidade da Unicastelo - Universidade Camilo Castelo Branco e o complexo da Fundação Educacional de Fernandópolis, onde abrigam estudantes dos locais mais remotos do nosso Brasil.

O texto acima é apenas um pequeno exemplo, a cidade e município de Fernandópolis tem muito mais para mostrar e oferecer aos seus munícipes e visitantes.

Faça uma análise de seu município, de sua cidade, relacionando todas as fronteiras, divisas existentes entre bairros e municípios, a localização geográfica no Estado de são Paulo, em fim, procure detalhar o máximo possível, com certeza será muito importante para aquisição, atualização e mesmo comprovar como anda seus conhecimentos geográficos.

O mapa da página 9 do caderno do aluno, está representado o atual território paulista, é um mapa belga de 1780, onde podemos verificar que estão bem visíveis alguns locais por nós conhecidos como: as cidades de São Paulo, São Vicente; os rios Tietê, Grande e Paraná; a Serra de Paranapiacaba, a Serra a Serra de Botucatu e a Ilha de São Sebastião.

Para quem mora no Município de São Paulo,  encontrará sua  região também representada neste mapa pois temos como referência o Litoral, a Serra de Paranapiacaba, e a nascente do Rio Tietê.

Fontes:  

Caderno do Aluno Volume 1

Caderno do Professor Volume 1

Professor:  Luiz Maximo Calegari

Login