Luiz M. Calegari

Cada Click é um Mundo

Get Adobe Flash player

APRENDIZAGEM 1  -   LEITURA DE PAISAGENS  -   6º Ano

Você sabe o que é uma paisagem?

A paisagem faz parte do espaço geográfico, mas não é a mesma coisa, vejam:

 

Paisagem e espaço não são sinônimos. A paisagem é o conjunto de formas que, num dado momento, exprimem as heranças que representam as sucessivas relações localizadas entre homem e natureza. O espaço são essas formas mais a vida que as anima. A palavra paisagem é frequentemente utilizada em vez da expressão configuração territorial. Esta é o conjunto de elementos naturais e artificiais que fisicamente caracterizam uma área. A rigor, a paisagem é apenas a porção da configuração territorial que é possível abarcar com a visão. Assim, quando se fala em paisagem, há, também, referência à configuração territorial e, em muitos idiomas, o uso das duas expressões é indiferente. A paisagem se dá como um conjunto de objetos reais, concretos. Nesse sentido, a paisagem é transtemporal, juntando objetos passados e presentes, uma construção transversal. O espaço é sempre um presente, uma construção horizontal, uma situação única. Cada paisagem se caracteriza por uma dada distribuição de formas-objetos, providas de um conteúdo técnico específico. [...] Por isso, esses objetos não mudam de lugar, mas mudam de função, isto é, de significação, de valor sistêmico. A paisagem é, pois, um sistema material e, nessa condição, relativamente imutável: o espaço é um sistema de valores, que se transforma permanentemente.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço. Técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: Edusp, 2008.

 

Poderemos ter numa paisagem elementos naturais e sociais. Os elementos naturais são aqueles produzidos pela dinâmica das forças da natureza, e os elementos sociais são resultados do trabalho humano. Ao relacionarmos esses elementos e procurar compreendê-los, outra questão será levantada, o TEMPO, teremos então,  o tempo natural (aquele período que a natureza demorou para realizar, construir, transformar os elementos naturais), é chamado de tempo de longa duração,  e o tempo social ( que o homem precisou para fazer as transformações na natureza, construir e transformar os elementos sociais).  Chamado também de tempo histórico.  Sabemos que a terra tem em torno de 4,6 bilhões de anos e o homem está na terra, com as características atuais em torno de 150 mil anos e os primeiros registros da escrita com apenas 10 mil anos. Assim, o tempo histórico e o social devem ser estudados em escalas de tempos diferentes.

 

Os elementos naturais também têm tempos de formação diferenciados entre si, o relevo, por exemplo, que interfere no clima fazendo com que chova mais, ou menos, na temperatura, ventos, vegetação, são fatores que poderão modificar ou preservar a formação do relevo e também no tempo que a transformação poderá ocorrer. Nas regiões tropicais, onde chovem muito os relevos terão formas arredondadas e nas regiões frias as formas são muito mais abruptas.

 

O clima influencia também na formação das florestas, da biodiversidade, dos ecossistemas que são formados em função da interatividade desses elementos.

 

O trabalho do homem na construção dos elementos sociais poderá interferir principalmente nos ecossistemas. O desmatamento de grandes áreas poderá influenciar no clima, alterando-o e isso se refletirá em toda aquela harmonia natural que já descrevemos.

 

Se desenhar uma paisagem pode ser aquela que enxergamos através da janela da escola, da casa em que mora, ou, ainda, uma paisagem que tenha para você um significado especial. Verá que encontraremos os seguintes elementos:

 

Naturais como: Montanhas, Florestas, Rios,Cachoeiras e, foram produzidos pela natureza, portanto a muito tempo. O que os produziu foram as forças da natureza, externas e internas do Planeta como: ventos, terremotos, vulcões, chuvas. São resultados de forças naturais sem um fim específico;

 

Sociais: Edifícios, automóveis,Estradas, viadutos. Foram produzidos pelo homem, alguns são recentes, todos estão no tempo histórico. Produzidos pela força do homem que utilizou os sistemas técnicos, a técnica e a tecnologia. Esses tem finalidades específicas, especiais, foram criados utilizando os sistemas técnicos. Finalidades Sociais.

 

As paisagens que fazem parte do nosso cotidiano, isto é, que vemos todos os dias, são aquelas que todo dia ao sair de casa observamos, depende do local onde moramos ou estamos, se for numa cidade, com certeza, visualizaremos ruas, prédios, carros, etc, no campo estarão visíveis gramados, flores, floresta, rios, edificações também poderão existir, etc.assim poderemos visualizar elementos naturais, sociais ou ambos ao mesmo tempo.

 

Na página 8 do caderno do aluno temos duas fotografias, na primeira delas predominam construções baixas e uma parte do terreno ainda não possuía edificações. Além disso, as carroças dominavam o sistema de transportes. A torre da igreja é um elemento interessante a ser destacado, pois, nas demais fotografias, está atrás das construções, não sendo possível vê-la claramente, o que demonstra a mudança na paisagem.

 

Na segunda paisagem desta página, observamos que no pequeno intervalo de tempo entre a primeira e a segunda, muita coisa mudou: as casas foram substituídas por prédios sofisticados, e as carroças, por bondes a tração animal.

Na fotografia tirada em 1920, primeira da página 9, podemos notar a presença de um novo modo de transporte. Nessa fotografia, os automóveis já disputam espaço com os bondes elétricos. O fluxo de pessoas é mais intenso, o que indica um aumento na atividade comercial da região.

 

Na fotografia de 2008, a segunda da página 9, desde 1887 a mudança foi muito grande como: todos os meios de transporte haviam deixado de circular no Largo, que foi transformado em espaço para pedestres. No entanto, pode-se notar, no lado direito da foto, os muros que circundam a entrada da estação do Metrô São Bento, situada nos subterrâneos da praça (ela, portanto, compõe a paisagem, ainda que não possa, evidentemente, ser vista integralmente na foto). Além disso, os prédios sofisticados introduzidos no final do século XIX cederam espaço para edifícios muito mais altos. Entretanto, algumas das antigas edificações resistiram à passagem do tempo e continuam a fazer parte da paisagem.

 

As paisagens, assim como as sociedades humanas, transformam-se ao longo da história. Isso pode ser observado ao longo da história como observamos nessas fotos do Largo São bento em são Paulo.

 

Na página 10 do caderno do aluno temos três fotografias da  cidade de Essen, na Alemanha,  em períodos diferentes. As características de Essen em 1829 mostram que a cidade era pouco mais que um povoado rural rodeado de campos cultivados e bosques.

 

Alguns elementos se destacam nessa paisagem como: as plantações dos campos que rodeavam a cidade e prosseguiam no interior do núcleo urbano. A torre da igreja era destaque absoluto na paisagem.

 

Observando-se a imagem, é possível estabelecer relações entre os campos cultivados e os locais de moradia da população, estavam muito ligados entre si.

Fazendo uma comparação entre a primeira e a segunda foto veremos que Essen, em 1867, já despontava como uma cidade industrial.

 

Nessa foto tem alguns elementos que se destacam. São eles: as fábricas e suas chaminés, assim como o trem carregado de carvão, destacam-se nessa paisagem. É importante perceber que a torre da igreja se confunde com as chaminés das fábricas, ficando quase imperceptível.

 

Entre as paisagens de 1829 e a de 1867 observa-se um crescimento da mancha urbana, provavelmente promovido pela chegada das indústrias.

 

Todos os elementos dessa paisagem estão numa interação entre si como podemos relacionar: a ferrovia e as fábricas, por exemplo, são elementos fortemente conectados entre si, já que os trens transportam matéria prima, mercadorias industrializadas e trazem mão de obra para as indústrias.

 

Fazendo a leitura deste conjunto de imagens vamos observar que na Essen contemporânea a mancha urbana expandiu-se e as edificações modernas dominam a paisagem, no lugar da área rural.

 

Muitos elementos se destacam nessa paisagem, apesar da torre da igreja da primeira foto continuar a existir, se tornou um testemunho do passado distante. A cidade é hoje dominada por edifícios modernos e por infraestrutura de circulação, com ruas e avenidas.

 

Observamos ainda que, quase tudo está diferente na Essen contemporânea daquela de 1829 e da 1867. Os campos de cultivo de 1829, bem como as chaminés e trens de 1867, desapareceram.

 

Na Essen contemporânea a interação dos elementos se dá entre a presença de ruas e avenidas e demonstra a importância dos automóveis para a circulação na cidade.

 

Na paisagem do Rio de Janeiro da página 13 do caderno do aluno encontraremos elementos naturais e sociais:

Objetos sociais: a cidade, o Cristo redentor, as estradas.

Objetos naturais: o mar e a floresta.

 

Os objetos naturais mencionados foram modificados pela ação humanaquando as florestas foram parcialmente desmatadas e o mar recebe poluentes oriundos das atividades urbanas.

 

Na imagem da página 14 do caderno do aluno temos: na imagem de cima a esquerda podemos observar uma plantação de laranja, de elemento natural aí teremos apena o solo, pois os pés de laranjas foram plantados pelo homem, sendo assim, um elemento social. Na imagem da esquerda abaixo temos a estocagem e seleção da laranja e o transporte, e na imagem a direita a industrialização da laranja. Essas imagens demonstram claramente a integração entre os elementos sociais e estes entre o elemento natural (solo).

 

O que eu aprendi: se estudou com a devida atenção este capítulo você aprendeu: o que é uma paisagem, distinguir os elementos naturais dos sociais, a interação que há entre eles, que esses elementos se transformam ao longo dos anos, dos séculos. Que existe o tempo natural, ou tempo de longa duração e o tempo histórico, que mostra o período em que os elementos sociais foram feitos ou transformados. Aprendeu também que as transformações na paisagem começaram a ocorrer de forma mais acelerada depois do aparecimento do homem na Terra e foi se acelerando cada vez mais conforme a técnica foi se desenvolvendo e mais ainda com o aparecimento das novas tecnologias.

Fontes:

Caderno Volume 1 do Aluno

Caderno Volume 1  do Professor

Login