Luiz M. Calegari

Cada Click é um Mundo

Get Adobe Flash player

APRENDIZAGEM 7 - AS COORDENADAS GEOGRÁFICAS  Ap 7  -  6° Ano

 

AsCoordenadas Geográficas formam um sistema de localização que se estrutura através de linhas imaginárias, traçadas paralelamente entre si nos sentidos norte-sul e leste-oeste, medidas em graus. Com a combinação dessas linhas, criam-se “endereços” específicos para cada ponto do mundo, permitindo a sua identificação precisa.

 

Essas linhas imaginárias são chamadas deparalelosemeridianos, e suas medidas em graus são, respectivamente, aslatitudese aslongitudes. Os paralelos cortam a Terra horizontalmente, no sentido leste-oeste, enquanto os meridianos cortam a Terra verticalmente. A junção dessas linhas é o fator responsável pela existência das coordenadas geográficas.

 

O principal paralelo é aLinha do Equador, pois representa a faixa da Terra que se encontra a uma igual distância dos polos norte e sul. Já o principal meridiano é o deGreenwiche foi escolhido a partir de uma convenção, realizada na cidade de Washington D.C., nos Estados Unidos, no ano de 1884. Essas duas linhas representam o marco inicial da contagem das latitudes e das longitudes.

Por esse motivo, tudo o que se encontra exatamente sobre a Linha do Equador possui uma latitude 0º, aumentando à medida que se desloca para o norte e diminuindo à medida que se desloca para o sul. Assim,as latitudes são a distância em graus de qualquer ponto da Terra em relação à Linha do Equador. Suas medidas vão de -90º até 90º.

 

Da mesma forma acontece com o Meridiano de Greenwich em relação às longitudes. Tudo que estiver sobre essa linha possui 0º de longitude, aumentando à medida que nos deslocamos para leste e diminuindo à medida que nos deslocamos para oeste. Por isso,as longitudes são a distância em graus de qualquer ponto da Terra em relação ao Meridiano de Greenwich. Suas medidas vão de -180º até 180º.

 

Observação: É a partir das longitudes que são traçados osfusos horários.

Diante desse conceito, podemos concluir que as latitudes negativas estão sempre se referindo a lugares localizados no Hemisfério Sul, também chamado de Austral ou Meridional. As latitudes positivas, obviamente, referem-se a lugares posicionados no Hemisfério Norte, também chamado de Boreal ou Setentrional.

Já as longitudes negativas fazem referência a pontos posicionados no Hemisfério Oeste ou Ocidental, enquanto as longitudes positivas são relativas a pontos localizados no Hemisfério Leste ou Oriental.

 

Quando falamos em Norte, Sul, Leste e Oeste, estamos nos referindo a localizações relativas. Suponha que vocês vão visitar a casa de um amigo e ele diga que a cidade em que mora está ao norte. Vocês se sentiriam satisfeitos com a resposta? Por quê? Não. Porque a localização relativa só faz sentido se utilizarmos um ponto de referência.

 

Por isso, seria preciso perguntar ao amigo que ponto de referência ele está utilizando para afirmar que a cidade está situada ao norte. Quais pontos de referência poderia me fornecer?

 

Porque há necessidade de um sistema de localização diferente quando se pretende estabelecer a localização absoluta dos lugares. É sempre necessário usar outros pontos de referência para melhor localizar um ponto num espaço. Nenhum ponto é o norte absoluto (a não ser o núcleo do Polo Norte). Todo Norte será norte em relação a outro ponto que estará ao sul.

 

Devido a forma esférica da Terra, se estivermos na beira do mar e observarmos o horizonte, no local onde deve aparecer um navio, veremos que o seu mastro irá aparecer primeiro e aos poucos vai surgindo cada vez mais, como se o navio saísse de dentro da água, mas isso é devido a curvatura da Terra.

 

A Terra é dividida em Paralelos e Meridianos. Os paralelos representam as latitudes e a divisão é feita em Norte e sul, e os meridianos representam as longitudes e a Terra é dividida em Leste e Oeste, ou Oriente e Ocidente.

 

A Linha paralela principal da Terra é a linha do Equador, a palavra vem de equalis, que quer dizer igual. O Equador corta a Terra em duas metades iguais e divide a Terra em Hemisfério Norte e Hemisfério Sul.

 

O Meridiano principal que divide a Terra é chamado de Meridiano de Greenwich e divide a Terra em Hemisfério Leste e Hemisfério Oeste.

 

A terra é uma esfera quase perfeita. As representações feitas com os paralelos e meridianos visam estabelecer as coordenadas geográficas nos cruzamentos das linhas paralelas com os meridianos. Cada uma dessas linhas tem um valor. O Equador é um dos paralelos, aliás, o paralelo  que serve de referência para a medida dos demais.

 

As indicações 0o, N ou S na figura de um globo cortado por paralelos indicam a posição do paralelo no interior da circunferência que representa a Terra. Uma circunferência possui 360o (esse “o” sobrescrito representa a medida em graus). Porém, para efeitos de medida das latitudes, que são linhas paralelas na circunferência, optou-se em se medir as latitudes a partir do Equador contando de 0o a 90o sul e de 0° a 90o norte. Isso dá 180o. Acontece que as duas extremidades do paralelo estão contempladas; logo, se somássemos, chegaríamos aos 360o.

 

Num globo que representa a terra cortada por Meridianos diferentemente da marcação dos paralelos, que se dá numa figura geométrica (a circunferência), os meridianos são estabelecidos numa esfera. São meio círculos de polo a polo e um conjunto de dois meridianos opostos que constituem um círculo inteiro. Qualquer meridiano divide a esfera em duas partes iguais, mas um deles foi escolhido para ser o meridiano de referência, o meridiano 0o. Trata-se do Meridiano de Greenwich, que corta a Inglaterra. A leste (à direita) tem 180o e a oeste (à esquerda) tem mais 180o. Isso explica os números e o uso das iniciais dos pontos cardeais.

 

Nos globos traçados por paralelos e meridianos, vimos que um está perpendicular ao outro, ou seja, um paralelo é perpendicular a um meridiano e vice-versa.

Assim, para determinarmos um determinado ponto de localização geográficas por meio das coordenadas geográficas, deveremos traçar uma linha paralela e uma linha do meridiano, tenho em seu cruzamento a localização, inclusive os números em graus, sejam para norte ou sul e para leste ou oeste.

 

Recapitulando; vimo até aqui que a latitude é uma medida em graus obtida por paralelos traçados numa circunferência que representa a Terra. Os paralelos vão de 0° a 90° em direção ao sul e de 0° a 90° em direção ao norte.

 

Que a outra medida extraída das coordenadas geográficas é a longitude.

Uma outra forma de determinarmos a longitude é através do  movimento de rotação da Terras, que são medidas em tempo, antes de tudo. Se soubermos a hora na longitude 0° e ao mesmo tempo a hora em outro ponto a oeste, é possível identificar sua longitude.

 

Esse movimento da terra tem a duração de um dia. A rotação da Terra dura cerca de 24 horas (duração do dia), ou exatas 23h56.

 

Sabemos que as latitudes e as longitudes são medidas em graus ( 0º ), e para girar 15°, a Terra leva uma hora em seu movimento de rotação; então, a 15° de um ponto qualquer a leste, será uma hora a mais. Por exemplo, se forem 8 horas nesse ponto, em 15° a leste já serão 9 horas, e em 15° a oeste serão 7 horas.

 

Para a criação da hora oficial da terra foi preciso utilizar um dos meridianos, por convenção internacional ficou determinado que o meridiano que passa sobre o observatório de  Greenwich em Londres seria utilizado, ficando como meridiano de zero graus ( 0º ) e com o nome do observatório.

 

Com o estabelecimento do meridiano principal ( Greenwich ), determinou-se que em direção a leste, as horas estão adiantadas em relação a Greenwic.

 

Da mesma forma em direção a oeste as horas estão atrasadas em relação ao meridiano de Greenwich.

 

Se a diferença for de uma hora (a mais ou a menos), em relação a Greenwich, isso corresponde a cerca de 15° de diferença de longitude.

 

Na copa do mundo de 2014, um jogo que tenha iniciado as 14 horas no Maracanã, em cada cidade de um país as horas seriam diferentes devido a latitude de cada uma delas, ex: Londres, na Inglaterra: Às 17 horas do dia 20 de junho. Nairóbi, no Quênia: Às 20 horas do dia 20 de junho. Cidade do México, no México: Às 11 horas do dia 20 de junho. Sydney, na Austrália: Às 3 horas da manhã do dia 21 de junho. Los Angeles, nos Estados Unidos: Às 9 horas do dia 20 de junho.

 

Aprendemos que para se determinar a posição absoluta de um ponto qualquer da superfície da Terra, é preciso definir a longitude e a latitude desse ponto. Cruzando esses dois elementos, chega-se à posição exata de um ponto qualquer;

Os paralelos determinam as Latitudes;

Os meridianos as Longitudes:

Que para o Leste as horas estão adiantadas e para oeste estão atrasadas em relação ao meridiano de Greenwich;

Os Paralelos e Meridianos são medidos em Graus;

Que a Terra é dividida em partes iguais pela linha do Equador em Hemisfério Norte e em Hemisfério sul, e que pelo meridiano de Greenwich em Hemisfério Leste ou Oriente, e Hemisfério Oeste ou Ocidente.

 

FONTES:

caderno do Aluno Volume 1

Caderno do Professor Volume 2

Login