Luiz M. Calegari

Cada Click é um Mundo

Get Adobe Flash player

É memorizando que se aprende na escola? 

   Muitas pessoas, inclusive professores, acham que memorizar conteúdos leva ao aprendizado, que esta habilidade é uma das mais importantes no aluno. Será? Vamos dar uma olhada no passado, meados, ou um pouco mais do século XX, quando esta prática era comum nas escolas, você tinha que memorizar quantidades enormes de questões para que fosse bem ao exame. A avaliação do aluno era feita em cima de perguntas e respostas. As cobranças em cima do aluno ou dos profissionais eram pequenas, o individuo tinha que saber fazer bem alguma coisa, ser especialista, as mudanças eram lentas, claro que comparadas com as de agora, pois cada época tem suas peculiaridades. Se alguém perguntou o que achavam sobre a evolução do mundo naquela época, com certeza a resposta foi que estava a maior revolução técnica, científica, entre outras, e é certo que havia mudanças, o Planeta Terra e tudo que tem nele não é estático, e assim é o ser humano e o conhecimento. Voltando na atualidade observamos uma outra realidade, tudo se processa muito rapidamente, comparado com aquela época, pois daqui a algumas décadas acredito que estarão falando a mesma coisa deste período que vivemos. Hoje assistimos o crescimento acelerado do volume de conhecimento, e é uma aceleração crescente, a todo o momento ficamos sabendo que um novo produto apareceu no mercado, novas tecnologias foram descobertas, técnicas desenvolvidas e novas idéias em planejamento visando melhorar o que existe e visualizando novos produtos e técnicas. Dessa forma é praticamente impossível o aluno memorizar tudo, mesmo que sobre pequena parte de uma área específica, e mesmo que conseguisse, o conhecimento seria muito limitado e não atenderia ao que o mercado busca. Hoje o conhecimento precisa ser absorvido por volume, por área, de forma globalizada, levando assim, este aluno ou profissional a poder contextualizar, ser crítico, inovador, ter a capacidade de promover e propor mudanças naquilo que faz e no entorno, assim é que o desenvolvimento se processa, e o mercado espera de seus futuros profissionais, e o mercado de trabalho como um todo é o principal objetivo de quem entra na escola e das políticas educacionais. Portanto, memorizar apenas não é o caminho para uma formação de qualidade.

Professor:

Calegari, Luiz Maximo. Licenciado em Geografia pela FEF Fundação Educacional de Fernandópolis – SP – Pós Graduado em Docência do Ensino Superior pelo IEC – Instituto Educacional Carapicuíba

Login